Gravidez: Primeiros sintomas

A gravidez nos traz muitas experiências diferentes, ao longo dos nove meses nosso corpo passa por diversas mudanças hormonais e físicas. E logo no início alguns sintomas aparecem para a grande maioria das mulheres.

Os sintomas da gravidez geralmente começam após a quarta ou quinta semana de gravidez, já que apenas na terceira semana é que existe uma gravidez real. A primeira semana é marcada pelo início da última menstruação, fechando-se na segunda semana o ciclo menstrual. E somente na terceira semana ocorre a fecundação. Por isso também, muitos testes de farmácia dão um resultado negativo, e quando repetidos alguns dias, ou semanas depois se tornam positivos.

1- Atraso menstrual

O atraso menstrual é um dos primeiros sintomas que faz com que a mulher realize o teste de farmácia
O atraso menstrual é um dos primeiros sintomas que faz com que a mulher realize o teste de farmácia

Este é o mais clássico sintoma de uma gravidez, e geralmente o primeiro a ser notado. Isso por que a partir do momento que a mulher engravida o seu corpo automaticamente para de ovular, sendo assim interrompido o ciclo menstrual. Caso a gestante tenha sangramento recomenda-se que converse com seu obstetra ou procure atendimento médico.

2- Aumento dos seios e sensibilidade 

Normalmente essa dor se compara ao período pré-menstrual quando os seios incham e ficam bem sensíveis. Uma diferença que pode ser notada no caso da gravidez é que os mamilos escurecem, e as veias nos seios ficam mais aparentes.

3- Enjoos

O enjoo é um dos incômodos mais relatados no primeiro trimestre de gravidez
O enjoo é um dos incômodos mais relatados no primeiro trimestre de gravidez

Algumas sortudas passam tranquilamente pelo primeiro trimestre, porém uma grande maioria sente muito enjoo, principalmente pela manhã, podendo ser seguido de vômito ou não. Os enjoos são causados pelo aumento dos hormônios da gravidez no organismo da mulher logo no início da gestação. A boa notícia é que este incomodo geralmente passa após os 3 primeiros meses da gestação, existe apenas uma pequena minoria que sente náuseas até o final das 40 semanas.

Para aliviar a sensação do enjoo recomenda-se:

  • Não ficar mais de três horas sem se alimentar, já que quando o estômago fica vazio a sensação de enjoo aumenta.
  • Tomar água bem gelada também ajuda a aliviar o mal estar, ou chupar pedras de gelo. Mas evite tomar água ou líquido juntos às refeições para não ficar com aquela sensação de estômago estufado
  • Tomar chá de gengibre, ou utilizar as raspas junto com as refeições. O gengibre possui propriedades que auxiliam a calmar o estômago, aliviando as náuseas.
  • Outra dica é comer uma ou duas bolachas água e sal antes de se levantar da cama para forrar o estômago, pois como você ficou a noite toda sem comer o enjoo, e até mesmo tontura pioram pela manhã.
  • Evitar alimentos muito quentes também ajuda, você vai perceber que comidas frias são mais atraentes pois não exalam um cheiro tão forte quanto as quentes.
  • Não jante muito tarde, ou vá se deitar logo após comer.
  • Evite alimentos gordurosos ou pesados, pois demoram mais para ser digeridos pelo estômago. Procure ingerir alimentos mais leves e saudáveis.
  • Medicação pode ser utilizada, porém somente com indicação do seu pediatra.

4- Cansaço

O cansaço e sono durante o dia também fazem parte dos clássicos primeiros sintomas da gravidez
O cansaço e sono durante o dia também fazem parte dos clássicos primeiros sintomas da gravidez

Este começo de gravidez também é marcado pela sonolência, também causado pelo aumento de hormônios. É bem comum que a grávida sinta um sono excessivo e muito cansaço físico. No segundo trimestre melhora, e o corpo tende a ficar mais disposto. Para driblar esse cansaço, tente cochilar alguns minutos sempre que conseguir um tempo.

5- Prisão de ventre

Manter-se hidratada ajuda a combater a prisão de ventre
Manter-se hidratada ajuda a combater a prisão de ventre

Este é um outro incômodo que muitas gestantes apresentam. A prisão de ventre, nesse começo de gravidez, acontece porque o hormônios progesterona deixa o intestino mais preguiçoso. E para quem já sofria de constipação antes de engravidar a tendência é piorar, e em alguns casos, a medida que a gravidez progride pode se desenvolver uma hemorroida.

A melhor maneira de combater a prisão de ventre é, ingerir bastante alimentos ricos em fibra, mastigar bem os alimentos, e manter o corpo hidratado bebendo no mínimo 2 litros de água por dia por dia. Em alguns casos específicos o obstetra poderá indicar o uso de medicação, mas lembre-se, nunca tome remédios sem recomendação médica apropriada.

6- Aversão por determinados alimentos

Muitas vezes a gestação traz uma aversão por certos tipos de alimentos, geralmente algo que sempre fez parte do seu cardápio passa a causar repulsa somente em olhar. Isto pode ocorrer com um tipo carne, café, leite, ou alguma fruta. Este sintoma é normal e dura a gestação inteira, mas passa após o nascimento do bebê.

Não existe problema algum em deixar de ingerir este alimento, porém substitua por outro tipo, seja proteína, cálcio, etc.

 

 

 

 

3 comentários Adicione o seu

  1. Adorei o artigo… Obrigado 🙂

    1. Yumi disse:

      Que bom Patricia! Esperamos que a leitura tenha sido útil à você. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *