Meus sintomas durante a gravidez

Assim como a maioria da grávidas, eu tive vários sintomas comuns durante a minha gestação, principalmente no primeiro trimestre de gravidez. Como já contei no meu primeiro post descobri minha gravidez no susto, e nem cheguei a desconfiar que estava grávida, pois nem cheguei ao clássico atraso menstrual.

O grande primeiro sintoma que tive, mesmo sem perceber, foi o aumento e sensibilidade dos meus seios que eu achava ser um sintoma pré-menstrual apenas. As únicas pessoas que perceberam, e depois me contaram, foram meu marido e minha mãe que preferiram não comentar na época evitando, assim, talvez me dar falsas esperanças de uma gravidez.

Após a quarta semana de gestação (quando eu ainda não havia descoberto) comecei a sentir enjoos horríveis, principalmente pela manhã. Mas persistiam durante boa parte do meu dia. E na décima semana eu já havia perdido 2,5 kg porque as náuseas me fizeram perder a vontade de comer praticamente tudo. O que realmente funcionou no meu caso foi:

  • Beber muita água gelada ou água de coco gelada, era o que meu estômago aceitava sem sentir ânsia de vômito. Cortei sucos, refrigerantes, tudo que tinha gosto e cheiro forte, que me enjoava. No máximo uma rodela de limão na água.
  • Biscoito água e sal ou cream cracker, também era algo que meu estômago aceitava. Comia umas duas bolachinhas pela manhã para conseguir me levantar para trabalhar.
  • Frutas, de preferencia gelada. Comia bastante melão bem geladinho, manga, mamão, banana, maçã. Como comidas quentes (por causa do cheiro) eu não conseguia comer muito, eu ingeria bastante frutas durante o dia.
  • Pão, era outra comida que funcionava, e pelo menos eu comia assim uma quantidade suficiente de carboidratos.

Além dos enjoos, eu também comecei a sentir repulsa por certos alimentos que sempre comi, como carne vermelha, peixe assado e café. Era só sentir o cheiro que já me vinha um mal estar horrível. E o contrário também ocorreu, já que nunca fui fã de massas e nesse começo sentia muita vontade de comer, principalmente macarrão.

Um outro sintoma que também me incomodou muito foram as dores de cabeça. Após a quinta semana elas começaram, e ocorriam praticamente todos os dias. Sofri muito, pois eu tinha medo de tomar qualquer tipo de remédio e prejudicar meu bebê. Meu obstetra passou vários remédios bem fraquinhos que nada resolviam, e como eu sempre sofri com enxaqueca Paracetamol e Dipirona não eram o suficiente para aliviar. Após o primeiro trimestre elas finalmente diminuíram bastante. Mas eu sempre tinha uma cartela de paracetamol na bolsa.

O sono também era algo muito chato. Como eu trabalhava na frente do computador o dia inteiro, vivia pescando vários peixes (rsrsrs). E não tinha o que fazer, simplesmente quando batia aquele sonão eu levantava e ia dar uma volta até o banheiro.

Ainda bem que após o primeiro trimestre tudo melhorou, fiquei mais disposta e consegui voltar a comer (não tudo). Mas minha alimentação melhorou, e parecia que finalmente iria curtir a gravidez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *