Saiba como é o Método BLW

on

Você provavelmente já ouviu falar na técnica de introdução alimentar BLW (Baby Led Weaning).

Criado pela consultora de saúde, a britânica Gill Rapley, que é autora do livro Baby-led Weaning: Helping Your Baby To Love Good Food (Desmame guiado pelo bebê: ajudando seu bebê a amar boa comida), este método se baseia em uma introdução alimentar sem o uso de colheres, papinhas e frutas batidas no liquidificador ou amassadas, e que é totalmente guiada pelo próprio bebê.

Livro Baby-Led Weaning: Helping your baby to love good food

Como funciona o método BLW?

O Baby-led Weaning, mais conhecido como método BLW consiste em oferecer a comida em pedaços, permitindo que o bebê se alimente sozinho.

O Baby Led Weaning (método BLW) já pode começar na introdução alimentar, aos 6 meses de vida do bebê. Neste método o alimento é oferecido em formas e tamanhos, em que a criança consiga segurar com as mãos e levá-lo à boca sozinha.

O princípio é que se utilize de alimentos saudáveis (frutas e verduras), e também de fazer com que o bebê faça as refeições junto à família.

Além de criar autonomia para o bebê é uma possibilidade da criança explorar o alimento. Assim a criança sente a textura, observa a cor, experimenta o sabor e consistência, e tudo isso no seu tempo.

Um outro benefício deste método é em relação aos nutrientes que, quando batidos no liquidificador ou frutas em forma de sucos, faz com que os alimentos percam muitos nutrientes e fibras importantes.

Alguns cuidados para o uso do método

O bebê deve sentar-se junto à família no momento das refeições. E o alimento deve ser oferecido em formatos que a criança consiga pegar com as mãos e levar sozinha à boca.

Um grande passo para o início do BLW é saber se a criança está pronta. O melhor momento é após o sexto mês de vida e quando a criança já consegue se sentar.

Existe também o cuidado com o tamanho dos alimentos cortados, que não podem ser muito pequenos. Como por exemplo, cenouras cozidas podem ser cortadas em forma de palitos ou o brócolis cozido que pode ser servido em ramos.

Um dos maiores medos dos pais é em relação ao engasgue, mas não existem indícios de que o BLW cause mais engasgos, pois é possível que o bebê se engasgue com a papinha batida ou até com o leite. O importante é que a criança esteja sempre acompanhada de um adulto.

Paciência

Uma grande aliada na introdução alimentar é a paciência. Independente do método escolhido é preciso saber que quando se começa a introduzir alimentos na vida do bebê, não é certeza que ele aceitará tudo facilmente. Não existe um botão onde se liga e de repente a criança vai comer tudo o que é oferecido. Segundo a OMS (Organização Mundial de saúde) até um ano de idade o leite materno ainda é a melhor fonte de alimento para a criança, e a comida é apenas um complemento.

Por isso, é importante respeitar o tempo da criança e não força-la a comer. Mesmo que no começo ela só brinque com a comida, não há problema algum, faz parte do aprendizado e da experiência dela. A introdução alimentar é apenas uma fase que antecede a alimentação, porém tem grande importância e impacto para o desenvolvimento da criança.

E lembre-se que qualquer dúvida que tenha, pode sempre recorrer ao pediatra do seu filho ou uma nutricionista.


Leia mais sobre introdução alimentar aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *