Ser mãe é bom, mas ser mulher é essencial

No último mês eu comecei um processo de coaching para tentar me conectar comigo mesma e com os meus objetivos, que acabaram ficando de lado após a maternidade.

Como eu já havia contado aqui, depois que acabou minha licença maternidade e perdi meu emprego resolvi ficar em casa com o meu filho e aproveitar este primeiro ano de aprendizados e desenvolvimento com ele. (Leia mais em O fim da licença maternidade)

Mas o que eu gostaria de falar no texto de hoje é, principalmente, sobre ser mulher após a maternidade. Eu nunca achei que seria tão difícil conciliar a minha pessoa como mãe com a minha pessoa mulher, humana e dona da minha vida.

Parece um pouco egoísta eu falar em ser dona da minha vida com um filho, mas não. Obviamente, que eu nunca deixarei as necessidades do meu filho de lado, pelo contrário, ele sempre estará em primeiro lugar em minha vida.

Mas e eu? Também não mereço ter uma vida?

Eu achava que ser mãe era isso e acabou, só importa o bebê e pronto. E foi assim que vivi os últimos doze meses: nessa função 24 horas por dia, 7 dias por semana sem pensar em mim ou nas minhas necessidades. E é claro, que a gente começa a pirar o cabeção né. Aprendi que simplesmente não dá pra ser só mãe, às vezes temos que ser mulheres novamente.

O nascimento de um filho nos faz ficar um pouco reclusa nos primeiros meses, o que é super normal e importante para que possamos vivenciar essa experiência. Porém, também é normal que aos poucos tenhamos vontade de sair do casulo.

Você sabe aqueles seres lindos que desfilam pela terra? Sim, somos nós. E sim, nós podemos nos dar ao luxo de viver momentos só nossos. Não é egoísmo querer ter meia-hora de privacidade para ir ao banheiro, tomar um banho e relaxar.

Todas nós mães passamos por isso, e todas nós sabemos que não é fácil. Então, por que continuar dizendo umas para as outras: É isso, ser mãe é assim mesmo!

Realmente ser mãe é assim mesmo, mas não é só isso não. Existe vida após a maternidade sim, e nós podemos e devemos vivê-la.

Porque ser mãe é lindo, maravilhoso e uma verdadeira dádiva que você irá viver o resto da vida. Mas para isso, ser mulher é essencial e necessário.

Uma mulher feliz consigo mesma é uma mãe mais feliz que consegue fazer os seus filhos ainda mais felizes.

Mãe feliz
Mãe feliz cria filhos felizes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.