Você…mamãe

on

Você que desejou a gravidez
Você que não esperava pelo positivo

Você que leu tudo o que pode sobre a maternidade e você que não leu nem um artigo sequer

Você que teve parto humanizado
Você que teve cesárea

Você que sofreu horas de dores de parto
Você que sofreu as dores de uma cirurgia

Você que teve uma rede de apoio no pós-parto
Você que passou por tudo sozinha

Você que teve depressão pós-parto e você que não teve

Você que amamentou por livre demanda
Você que precisou usar o leite artificial

Você que “acostumou” o bebê no colo
Você que deixou ele dormir sozinho

Você que não deu chupeta, mamadeira e nenhum outro bico artificial
Você que deu

Você que largou a carreira para cuidar do bebê
Você que mesmo triste precisou voltar ao trabalho

Você que se sente culpada por sair sem o bebê
Você que se sente feliz por ter um momento só seu

Você que cria com apego e você que cria do jeito que dá

Você que escolheu o método BLW e só dá comida orgânica
Você que deu papinha industrializada e cozinha quando pode

Você que perde a paciência com o filho
Você que tem a paciência de uma buda tibetano

Você, mãe, mamãe, mama, mãezinha, mãezona. Não importa como te chamam na sua casa, eu te chamo de heroína.

Mulher maravilhosa e guerreira, que independente das escolhas que faça é um ser humano de extrema força, devoção e que ama sem medo.

Você percebeu que eu disse SER HUMANO? Sim, um ser que também tem necessidades, dores, vontade própria e vida.

É claro que vai passar, mas o que não pode é você se passar para trás. Por isso se ame, se cuide e seja feliz.

Texto escrito por Cláudia Yumi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *